Na Suécia, trabalhadores ganham licença para abrir seu próprio negócio

Por: ScandinavianWay – 13/02/2019

Nos últimos 20 anos, os trabalhadores suecos têm desfrutado de um privilégio incomum: o direito de tirar seis meses de folga e iniciar seu próprio negócio. Batizada, literalmente, de “Direito de Sair e Criar um Negócio”, a lei faz parte de uma série mais ampla de direitos concedidos aos trabalhadores para fazerem coisas fora de seus empregos, como estudar ou cuidar de um membro da família.

the-value-of-cooperation

Photo: Melker Dahlstrand/imagebank.sweden.se

Continuar lendo

Anúncios

Força de trabalho feminina: se o mundo copiasse a Suécia, economia global ganharia US$ 6 trilhões

Por: ScandinavianWay – 07/03/2019

Sweden-640x480

O mundo poderia gerar uma riqueza adicional de trilhões de dólares se elevasse o número de vagas para as mulheres para o mesmo patamar visto na Suécia, onde 69% delas trabalham. A estimativa aparece em um estudo elaborado pela consultoria PwC e divulgado nesta semana, pouco antes do Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira (8/3).

O estudo levou em consideração os países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), grupo formado por 33 economias desenvolvidas. Ao elevar para 69% o nível de emprego das mulheres em todos esses países, a injeção de riqueza em suas economias seria de US$ 6 trilhões, segundo registra a Thomson Reuters Foundation. Além disso, estima a PwC, outros US$ 2 trilhões seriam gerados ao equiparar os salários de homens e mulheres que desempenham as mesmas funções.
Continuar lendo

Alva e Gunnar Myrdal

Por: Socialdemokratiske Tænkere – Tradução: Vitor Luís Nunes de Almeida12-Myrdal-signeret

Alva e Gunnar Myrdal podem razoavelmente ser considerados os mais proeminentes chamados “engenheiros sociais” da Suécia entre guerras. Foram suas ideias que formaram a base de grande parte da política social e econômica que caracterizaram a Suécia de 1932 e das décadas seguintes. É óbvio considerá-los juntos, como um casal ideológico além de casados.

A base política de ambos era criar uma sociedade sem infortúnios desnecessários, onde a razão racional governasse e como o capitalismo frequentemente enfrentava a irracionalidade, a ganância e o interesse próprio, o planejamento e a socialização tornaram-se elementos importantes em seu pensamento político. Continuar lendo

Escandinavos encabeçam lista de países que mais asseguram direitos trabalhistas, diz estudo

Por: ScandinavianWay  – 04/07/2019

Os escandinavos fazem parte da lista restrita de países que mais asseguram o cumprimento dos direitos dos trabalhadores, segundo um levantamento feito pela Confederação Sindical Internacional (ITUC, na sigla em inglês). A entidade é a maior união de sindicatos do mundo, com mais de 200 milhões de integrantes.

_04072019123022_gde

Continuar lendo

Suécia e Noruega têm as melhores políticas de família, segundo Unicef

Por: EFEAs Nações Unidas – 13/06/2019

Suécia, Noruega e Islândia têm as melhores políticas de família do planeta, segundo um estudo realizado pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), que compara a situação em 31 países ricos de todo o mundo.

60c367e3-c5c5-42b5-8df8-5e8a7ce226d3.jpg

Foto: JANERIK HENRIKSSON / TT

O relatório se baseia em uma análise das permissões para mães e pais e nos serviços de cuidado e educação de crianças de 0 a 6 anos, dois fatores chave para os menores.

“Não há um momento mais crítico para o desenvolvimento cerebral das crianças e, portanto, de seu futuro, do que os primeiros anos de vida”, afirmou em comunicado a diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, que reiterou que os governos têm que ajudar os pais a criar as condições necessárias para os filhos. Continuar lendo

Suecos vão trabalhar apenas seis horas por dia

Por: Susana Lúcio – Sábado – 17/08/2016

A Suécia vai implementar um horário de trabalho reduzido para aumentar a produtividade e a felicidade.

 140626081632-ikea-wages-620xa

Há cada vez mais empresas na Suécia a implementar um horário laboral de apenas seis horas. Filimundos, uma empresa de desenvolvimento de apps, em Estocolmo, deu a boa notícia aos seus empregados há um ano. Continuar lendo